Informações gerais da raça Boxer

Informações gerais da raça Boxer

Os Boxers desenvolvem uma forma bastante especial de se fazer entender por meio da linguagem corporal e também pela mímica. Só de observá-lo você vai notar se ele está bem ou não, e no momento em que você chamar a sua atenção ele irá enrugar a testa.
Por ser muito ansioso, alguns Boxers podem se tornar depressivos.
Antes de serem utilizados para os combates, no território inglês eles eram usados em competições. São notáveis por sua amizade e por seu senso de proteção.
O Boxer foi uma das primeiras espécies utilizadas como cachorros da polícia da Alemanha. Seus treinos para guia de cego inclusive eram um sucesso. São mais longevos comparando-se com as outras espécies, sendo também bastante vistos por sua felicidade e por causa de seu ótimo relacionamento com as criancinhas.

Origem e História do Maravilhoso Pet Boxer

boxer No princípio dos anos 1900, a espécie Boxer aparece no território alemão. Seja caçando touros ou ursos selváticos, seja nos incríveis embates, o Boxer estava sempre preparado para o trabalho. Com o tempo, esses cachorros têm se acostumado a novas atividades e, atualmente, são utilizados como cães de defesa
A espécie provém do extinto Bullenbeisser (também conhecido como Buldogue Alemão ou Mordedor de Touros), um cão conhecido pelo temperamento ofensivo e de combate.
Amplamente empregado em situações que envolviam a caça de espécimes como javalis, cervos e ainda ursos, os Bullenbeissers possuíam uma descendência dos Mastins, sendo que, consoante o passar do tempo, começaram a auxiliar em atividades de pastoreio e guarda de rebanhos.
Os Boxers não são considerados hostis ou agressivos, recentemente, apesar de sua origem, contudo podem tornar-se bem agressivos, se treinados para este fim.

Aspectos Físicos do Cachorro da Raça Boxer

Com uma musculatura resistente e desenvolvida, o Boxer é capacitado para se locomover com vitalidade e demasiado equilíbrio, evidenciando o motivo de ser tão admirado no trabalho que envolve a guarda e a proteção de pessoas ou propriedades nos dias de hoje.
A cabeça é uma das mais marcantes características da espécie. É satisfatoriamente proporcional com relação ao tamanho do corpo, sem parecer nem leve e nem pesada. No lugar onde se encontram o focinho e a testa é possível avistar um explícito “stop” com a cana nasal, o seu focinho é bastante caprichado e conta com um formato largo e preto.
Os olhos da raça Boxer são escuros. São bastante proporcionais, nem grande, nem pequenos, nada profundos e suas pálpebras são muito escurecidas. Dispõe de um tamanho simétrico nas orelhas, e essas pendem quando estão reclinados. A cauda é de inclusão elevada e comprimento normal.
A pelagem do Boxer é curta, resplandecente, muito aderente, amarela ou tigrada. A cor de sua pelagem, atualmente, é reconhecida por contar com padrões oficiais sendo amarelo e tigrado.

Temperamento da raça Boxer

boxer Ao longo dos anos, o Boxer vem sendo mudado de comportamento. Antes, ele, o qual era bem agressivo, agora ele está tendo seu comportamento suavizado pelos criadores de Boxers, por isso eles são, recentemente, um dos cachorros mais dóceis e amigáveis do planeta.
Em contraste com a crença popular, o Boxer não é um cachorro de combate ofensivo visto que, desde o começo dos anos 1900, criadores alemães tentaram suavizar sua característica pessoal para que se tornasse um bicho adaptado aos novos tempos e, por isso, é capaz de ser uma das raças mais equilibradas e afetuosas entre os cães.
Apesar da sua docilidade possa ser enorme, o cão desta raça segue entre os mais recomendados para quem busca animais de proteção e guarda a partir do momento que, além de ser exageradamente inteligente, inclusive possui o tamanho e a destreza necessários para proteger seus proprietários.
Esse é um cachorro que conta com um enorme instinto de proteção e por essa razão é visto como ótimo guardião. Intrépido, leal e muito ligado ao proprietário e a família inteira, é muito dócil com ela. Mesmo para as crianças que ele não tem qualquer intimidade, eles serão sempre carinhosos e afetuosos. É um cachorro que não carece de atenção o tempo todo, mas gosta de estar sempre próximo do dono.

Vantagens de Ter um Boxer

Ele é muito equilibrado psicologicamente, sereno, mas firme. Conhecidas há bastante tempo, as características emotivas, como a ligação e fidelidade ao dono e seus familiares, seu caráter alerta e bravura, dão maior significância à criação do Boxer. A todo momento brincalhão, ele adora demonstrar o seu amor e carinho com quem está se divertindo. Por causa do seu temperamento seguro, confiante e sua famosa doçura e capacidade farejadora, o Boxer é uma espécie de fácil adestramento.

Como tomar conta de um Boxer

Por que você quer ter um Boxer: pela sua segurança e firmeza ou para lhe fazer companhia e amor? Parabéns! Esta raça desempenha perfeitamente essas duas atribuições. Mesmo que não sejam agressivos, os Boxers ficam constantemente em vigilância com pessoas diferentes a eles. O Boxer é totalmente calmo e brando quando se está em um ambiente familiar, totalmente dócil e carinhoso nas brincadeiras.
Completamente carinhosos com a criançada. Além de se mostrarem constantemente atentos e afetuosos com elas. É, ainda, considerada uma espécie altamente tolerante com outros animais e filhotes, apesar disso, certos exemplares são capazes de apresentar dificuldades de convivência com outros cachorros maduros, especialmente os de mesmo sexo.

Distúrbios usuais do Boxer

O Boxer é sadio e firme, contudo a raça ainda tem mostrado grande incidência para o desenvolvimento de tumores de diferentes proveniências. Esta raça apresenta um problema muito característico, conhecido como “Torção Gástrica”. Ela é ocasionada pelo consumo excessivo de alimentos e pela ingestão muito rápida de água pelo cachorro. Devido a isso, é imprescindível controlar bem a quantidade de alimentos e água que seu espécime está comendo.
Certas preocupações com a espécie são habituais como a cardiomiopatia e, em certas ocasiões, outros problemas de proveniência do coração, assim como problemas de tireoide. São capazes de ser propensos a alergias de pele e epilepsia. Após os 8 anos, podem desenvolver tumores com mais frequência, em comparação a outras espécies. São suscetíveis a desenvolver a displasia na anca, nos joelhos e também um problema de artrite. Podem ainda babar muito e roncar. Caso você dê apenas ração como alimento para esse cachorro, seu cachorro não terá problemas com gases.
São bastante ativos dentro da residência e, também, sensíveis a temperaturas excessivas, sendo capaz de ficar superaquecidos muito rápido. Temperatura do corpo do Boxer inclusive é mais elevada que as demais espécies, por causa disso não estranhe e pense que ele está febril.

Os Filhotes do Boxer

boxer Você necessita de ser muito firme, pois o filhotinho de Boxer é bastante brincalhão. Você necessita mostrar liderança para ele. Adestrá-lo é ideal, pois eles são incrivelmente fortes e firmes, e, quando estão se divertindo, não sabem medir a sua força e acabam derrubando você e seus móveis. A idade ideal para o começo do treinamento é entre cinco e seis meses.
Faça seu Boxer se habituar com visitas e outros bichos desde filhotes, com a finalidade de evitar qualquer situação embaraçosa no futuro. Quando adultos, o Boxer não se acostuma de forma fácil com outros cachorros, principalmente os de mesmo sexo.
Ao comprar um Boxer, veja seus dentes e analise se a sua boca não está entortada. O focinho deve ter a metade da medida do crânio e, para os machos, é vital verificar se têm os dois testículos.
Não é mais necessário cortar a cauda e nem as orelhas dessa espécie.

Informações gerais da raça Boxer
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta