O Pet Bulldog Inglês

O Pet Bulldog Inglês

Bulldog ou Buldogue?
De fato, ambos estão corretos. Bulldog é uma palavra britânica, enquanto Buldogue é uma palavra do Brasil.
Preguiçoso e brando, costuma não atender ao dono quando deseja dormir, uma de suas atividades favoritas. E ele, ainda por cima, ronca bastante.
Só late quando há necessidade. É um cachorro autossuficiente, ainda que seja bastante carinhoso e terno com o proprietário.
O primeiro grupo dedicado a espécie Bulldog, no Brasil, foi estabelecido nos anos 2000, este chamado de “Bulldog Club”.

Origem e História do Lindo Bulldog Inglês

A origem da raça vem do bárbaro esporte bull-baiting (luta com touros) que surgiu nas terras inglesas do século XIII. O propósito do cão era atacar e enfurecer o touro agarrando o animal, geralmente pelo nariz. Esse touro, logo após as lutas, era abatido, através disso muitas pessoas supunham que, depois que o cão fosse capaz de aborrecê-lo, a carne do touro se tornaria mais macia e suculenta ao consumo.
Certos Bulldogs eram usados para “bearbaiting” (lutas com ursos). Os proprietários davam muita importância para a ferocidade de seus cachorros e, principalmente, por sua resistência à dor. Lamentavelmente, alguns relatos acerca da criação desses cachorros não são nada amáveis. Afirma-se que os Bulldogs eram atados aos touros, com a intenção de analisar o quanto esses cachorros conseguem aguentar, isso mesmo com os touros já bastante machucados.
No ano de 1835, a luta com touros se tornou ilegal e principiou uma nova etapa ao Bulldog. Dessa maneira, a notoriedade dessa raça despencou muito e, quase, não se tornou raríssima. Entretanto, certos amantes da raça resolveram tentar outro forma de abordagem para estes cachorros, deixando-os menos aterrorizadores e aprimorando seu padrão físico. Com este novo método de criação, foi possível ver muitas modificações no temperamento e, ainda, na estrutura física, se relacionados com a espécie original.

Aspectos Físicos do Bulldog Inglês

bulldog-ingles O cachorro tem uma aparência muito peculiar, possui pelos sedosos e estatura atarracada e baixa. É largo e compacto. Por outro lado, nenhuma parte de seu corpo é desproporcional às outras, na iminência de prejudicar sua simetria ou fazer com que o Bulldog pareça um cachorro deformado.
Possui um focinho inchado e apontado para cima, e com um rosto bem pequeno. Os cachorros que costumam mostrar dificuldades respiratórias são indesejados pelos donos. O Bulldog possui um corpo curto que é bem harmônico. Tem membros fortes, sólidos e vigorosos com excelente condição física. Mas, as fêmeas se diferem bastante relativo ao corpo físico. Relativo à pelagem, podemos encontrar um pelo de consistência fina, pequeno, fechado e alisado.
A coloração predominante no Bulldog é o branco, com algumas manchas vermelhas, amarelas leonadas, tigradas ou a cor fulvo. O branco uniforme caracteriza um cachorro desprovido de qualquer pigmentação nos pelos e não pode ser confundido com as cores pied ou piebald. O Bulldog que se apresenta na coloração branca necessariamente dispõe de um focinho completamente escuro e seus olhos são totalmente pretos.

O gênio do Bulldog Inglês

O Bulldog é um cão inteligente e muito meigo com seus familiares. Bastante levado, carinhoso e não vive longe do seu proprietário. Possui muita vitalidade, determinação e não gosta de ficar ocioso. É tido como um cachorro alerta, confiável, valente, desaforado, de aparência feroz, entretanto munido de índole afetuosa.
O Bulldog não é um cachorro ofensivo, a menos que seja maltratado. O Bulldog é totalmente tranquilo de se tomar conta, por causa da personalidade paciente, sua parceria, sem citar sua intensidade e vitalidade. É amigo das crianças, o que é muito diferente do costume de seus antepassados ou dos cães da raça que costumam aparecer em cartoons. Determinados Bulldogs podem agir de forma agressiva com outros cachorros (machos) e muitos não se dão bem com gatos. Nunca alimente um Bulldog Inglês na presença de outro animal.
Mesmo que são capazes de ficar desacompanhados algumas vezes, este cachorro ama estar próximo de seu dono o máximo que conseguir. Por gostar de atenção, ele é capaz de ficar triste com frequência, apesar disso, tem uma personalidade tão forte que é um excelente cão de guarda.

Vantagens de Ter um Bulldog Inglês

bulldog-ingles O Bulldog Inglês é um cão aventureiro, muito combativo e que raramente se ouve choramingar. Estes cães somente irão chamar a sua atenção quando estiverem famintos, com vontade de beber água ou quando não se sentem muito bem, caso contrário eles são bem mansos.
Para tomar conta de um Bulldog não necessita de nada extraordinário, sem falar da sua grande facilidade em se relacionar com o seu dono. Não tem necessidade de aparar os pelos, é uma fantástica opção para as crianças ou inclusive para as pessoas que passam o dia fora e necessitam que seu animal seja independente e não sofra bastante com a sua ausência.
Este cão tem muito valor no mercado de pets. Inclusive existem filas de espera por esses espécimes em diversas localidades do planeta. Aqui no Brasil existem criadores há mais de trinta anos.

Doenças usuais do Bulldog Inglês

Para que o seu Bulldog não sofra com dores e machucados nas patas e no quadril, faz-se necessário que você não o deixe ingerir comida em excesso, porque essa espécie tem uma tendência à obesidade. Nunca esqueça de fazer com que seu animal faça algumas atividades físicas para manter o seu peso sob controle.
O Bulldog Inglês é um cão bastante delicado quando o assunto é sua saúde. E sua expectativa de vida é de 8 anos. Eles se aquecem com demasiada naturalidade, por causa disso não podem ser expostos a um calor abusivo. É capaz de parecer que o seu cão está febril, contudo fique sossegado: o Bulldog tem uma temperatura mais alta, seguramente.
O seu Bulldog está propenso a desenvolver uma série de doenças congênitas e hereditárias, por causa disso o acompanhamento com o veterinário precisa ser frequente, para que se evite problemas de saúde, como: dermatites, estreitamentos das cavidades nasais, claudicação nas patas, etc.

Como tomar conta de um Bulldog Inglês

bulldog-ingles Apesar de não gostar de um clima mais úmido, ele ama estar ao relento. Esse cão não é capaz de saltar de lugares muito altos, correr ou caminhar por muito tempo. Muitos não sabem nadar. Quase todos chiam e roncam, e alguns babam.
O ajuntamento de imundícies e bactérias é bem regular entre as suas dobras em seu pelo. A higiene destas dobras tem que ser diária.
É necessário estimular o seu Bulldog a fazer atividades físicas, entretanto nada em demasia.
Em dias bastante umedecidos e calorosos, precisa-se evitar que seu Bulldog fique exposto a eles por bastante tempo. Nessas condições climáticas, a prática de jogos e exercícios extenuantes devem ser evitados.

Filhotes do Bulldog Inglês

Um excelente filhote deve ser ativo, com cabeça grande, bem enrugada, dentes inferiores sobrepostos aos superiores. Eles nascem com o focinho avermelhado, mas este vai escurecendo pouco a pouco.
Quando chega ao seu novo lar, o filhote deve conservar-se em período de quarentena (período mínimo de 30 a 40 dias da data em que saiu do canil), quer dizer, não deve ser misturado com outros animais, sejam eles da mesma espécie ou não, com a finalidade de evitar contaminações que ofertem riscos à saúde do animalzinho doméstico.
Precisamente como todos os cachorros verdadeiramente de raça, o Bulldog apresenta uma predisposição para determinadas doenças, a grande parte de proveniência genética. Por esse motivo é bastante importante que ao adquirir um cachorro dessa espécie, o futuro dono procure conhecer previamente o criador e seu trabalho. Tenha certeza disso: um criador sério não deixará que os seus animais se deixem contaminar por qualquer tipo de bactérias. Desconfie daquele que não deixa você ver os pais do seu filhote e todas as autorizações de saúde emitidas pelos órgãos responsáveis.

O Pet Bulldog Inglês
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta